Mapa do IBGE apresenta infraestrutura dos transportes no Brasil

November 26, 2014

O mapa mural “Logística dos Transportes no Brasil”, desenvolvido pelo IBGE, apresenta as principais estruturas de transporte do país, equipamentos associados à logística de transporte, pontos de fronteira, aeródromos públicos e terminais hidroviários. Entre outros dados, o mapa aponta os principais portos e ferrovias que mais movimentam minério de ferro no país.

 

 

 

 

 

 

De acordo com o mapa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, os principais eixos ferroviários são usados para o transporte das commodities, principalmente minério de ferro e grãos provenientes da agroindústria.

Entre as ferrovias mais importantes do país, estão a Estrada de Ferro Carajás, que liga a Serra dos Carajás ao Terminal Ponta da Madeira, em São Luís (MA), levando principalmente minério de ferro e manganês, e a Estrada de Ferro Vitória-Minas, que carrega predominantemente minério de ferro para o Porto de Tubarão. Amas as ferrovias são operadas pela Vale. 

Os portos no Brasil servem primariamente como vias de saída de commodities, principalmente de soja, minério de ferro, petróleo e seus derivados, que estão entre os principais produtos da exportação brasileira.

Os portos que mais movimentam minério de ferro são os terminais privados de Ponta da Madeira, da Vale, em São Luís (MA) e de Tubarão, em Vitória (ES). O primeiro recebe principalmente a produção da Serra de Carajás, no Pará, e o segundo está associado à produção em Minas Gerais. Os portos de Mangaratiba e Itaguaí, no litoral sul do Rio de Janeiro, também se destacam pela expressiva movimentação de minério de ferro.

O mapa mural, apresentado na escala de 1:5.000.000 (1 cm = 50 km), tem como principais fontes de dados o Banco de Informações e Mapas de Transportes do Plano Nacional de Logística dos Transportes (BIT-PNLT) – Ministério dos Transportes, a Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq), a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), a Infraero e a Receita Federal do Brasil. Foram utilizadas bases cartográficas do IBGE e do BIT–PNLT.

 

Fonte: Departamento de Comunicação Social do IBGE. 

 

 

Please reload

Featured Posts

Gerências da ANM se Manifestam

October 16, 2019

1/10
Please reload

Recent Posts
Please reload

Search By Tags