Líder mundial e rival da Vale, BHP muda foco de minério de ferro para cobre

December 12, 2014

Os maiores produtores de minério de ferro do mundo, incluindo a Vale, a Rio Tinto Group e a BHP gastaram cerca de US$ 120 bilhões desde 2011 para aumentar a produção em ritmo recorde para alimentar a demanda sem precedentes de siderúrgicas chinesas.
 


A maior empresa de mineração do mundo, BHP Billiton, informou que está mudando o foco dosinvestimentos para novos projetos de cobre no lugar de minério de ferro para atender a demanda na China, seu maior cliente. "À medida que avançamos, nós estamos propensos a investir muito mais em cobre doque em minério de ferro," explicou o CEO da companhia, Andrew Mackenzie. A empresaespera que o aumento das vendas de cobre para a China seja superior ás vendas de minério de ferro para o país. Além disso, a BHP vai investir em minas no Chile, Peru, Austrália e América do Norte.


Os maiores produtores de minério de ferro do mundo, incluindo a Vale, a Rio Tinto Group e a BHP gastaram cerca de US$ 120 bilhões desde 2011 para aumentar a produção em ritmo recorde para alimentar a demanda sem precedentes de siderúrgicas chinesas. Com o excesso de oferta, o preço da commodity atingiu o menor nível em cinco anos no mês passado.

"Esperamos que o crescimento da demanda por cobre na China seja mais rápido do que a elevação da procura por aço, à medida que a China se aproxima de uma fase de consumo e usa muito mais eletricidade", opinou Mackenzie. "Com a mudança da demanda, vamos mudar nossos padrões de investimento para atender essa demanda", completou.


A BHP investiu US$ 13,3 bilhões, ou 17% da despesa total do grupo, em operações de cobre ao longo dos últimos cinco anos, de acordo com uma apresentação no mês passado. O mercadode cobre do mundo provavelmente registrará um "déficit significativo" após 2018, pontuou.


Diminuição da procura?


De acordo com Tao Dong, economista-chefe regional para a Ásia excluindo o Japão do Credit Suisse , é possível que ocorra uma queda absoluta substancial na demanda por commodities, e não apenas um crescimento mais lento.


Neste ano, o minério de ferro despencou quase 50% e ficou abaixo de US$ 70 por tonelada em 25 de novembro,recuando para esse patamar pela primeira vez desde junho de 2009. O mercado precisa absorver um excedente de cerca de 1 1 0 milhões de toneladas no próximo ano, quase o dobro dos 60 milhões de toneladas em 201 4, estima o Goldman Sachs.


Ao contrário da maioria dos seus maiores concorrentes da indústria de mineração, a BHP também está enfrentando o vento contrário do declínio dos preços do petróleo.

Fonte: Bloomberg

 

Please reload

Featured Posts

Gerências da ANM se Manifestam

October 16, 2019

1/10
Please reload

Recent Posts
Please reload

Search By Tags