Yamana identifica interseção de 172 metros com 0,46g/t de ouro em Chapada

December 16, 2014

A Yamana Gold informou que identificou a melhor interseção da história da mina Chapada, em Goiás. O furo NM-101, a oeste da cava principal, revelou 0,46 grama de ouro por tonelada e 0,5% de cobre ao longo de 172 metros. A nova mineralização de ouro, denominada Sucupira, pode expandir significantemente os recursos minerais, de acordo com a companhia canadense.

 

 

Segundo informações do comunicado enviado ao mercado pela Yamana, o cenário operacional da mina vai ser melhorado devido ao teor e à proximidade da nova área em relação à planta. A mineradora de ouro também informou que descobriu um veio na mina El Peñon, no Chile.

De acordo com a Yamana, o furo NM-101 é o melhor da história de Chapada. A mineradora disse que a área onde está a nova mineralização é próxima à infraestrutura e às instalações da mina, de forma que deve entrar facilmente e rapidamente em produção, com possibilidade de melhorias futuras.

A Yamana afirmou que o programa de exploração em Chapada incluiu uma série de furos para testar a mineralização adjacente ao complexo principal da mina. O NM-101 apontou os maiores teores na interseção mais longa do histórico de desenvolvimento e exploração de Chapada.

O programa de exploração 2015 da Yamana vai começar a definir a extensão de Sucupira e de outras descobertas, que foram feitas nos últimos anos, como Santa Cruz e Corpo Sul.

O furo NM-101 apontou também interseções que incluem 16,64 metros com 0,87 grama de ouro por tonelada e 0,98% de cobre; nove metros com 0,87 grama de ouro por tonelada e 0,8% de cobre; 10,34 metros com 1,07 grama de ouro por tonelada e 0,98% de cobre; 9,66 metros com 0,79 grama de ouro por tonelada e 0,68% de cobre; e quatro metros com 1,39 grama de ouro por tonelada e 1,02% de cobre.

A mina Chapada e a mina Jacobina, na Bahia, são os únicos ativos brasileiros da Yamana que não foram separados pela mineradora. A companhia canadense formou um nova subsidiária, denominada Brio Gold, com as minas Fazenda Brasileiro e C1 Santaluz, na Bahia, e Pilar, em Goiás, além do projeto de cobre e ouro Água Rica, na Argentina.

 

Fonte: Notícias de Mineração

 

Please reload

Featured Posts

Gerências da ANM se Manifestam

October 16, 2019

1/10
Please reload

Recent Posts
Please reload

Search By Tags