Venda de mina de US$ 600 mi por US$ 1 mostra ruína do carvão

August 4, 2015

A força destrutiva do desmoronamento dos preços do carvão em todo o mundo foi evidenciada pela venda, por apenas um dólar, de uma mina que tinha sido avaliada em 860 milhões de dólares australianos (US$ 631 milhões) há três anos. A companhia mineradora brasileira Vale SA e a Sumitomo Corp., do Japão, venderam a mina de carvão para coque de Isaac Plains, na Austrália, à Stanmore Coal Ltd., disse a empresa com sede em Brisbane, em um comunicado.

 

 

A Sumitomo comprou uma participação de 50 por cento por 430 milhões de dólares australianos em 2012. A queda do preço do carvão para coque, utilizado na fabricação de aço, levou a commodity para o valor mais baixo em uma década. Isso está forçando o fechamento de minas no mundo inteiro e levando alguns produtores à falência.

 

A Alpha Natural Resources Inc., a maior produtora dos EUA, planeja entrar com um pedido de concordata em Virgínia, disseram três fontes com conhecimento direto do assunto. A empresa foi avaliada em US$ 7,3 bilhões em 2008.  A Isaac Plains, no estado de Queensland, “foi um dos projetos mais entusiasmantes de carvão na Austrália”, disseram analistas da Investec Plc em uma nota nesta sexta-feira. A mina tem 30 milhões de toneladas, segundo a Stanmore.

 

“A perspectiva está muito complicada para o carvão”, disse Roger Downey, diretor executivo para fertilizantes e carvão da Vale, na quinta-feira, depois que a Stanmore anunciou a venda. “Mesmo na Austrália, observamos minas que continuam no vermelho, e isso tem que mudar em algum momento. Temos mercados bastante adversos e desafiadores”. A ruína do carvão faz parte de uma queda mais generalizada dos preços das commodities, que despencaram neste mês para o menor valor em treze anos.

 

Reativar a produção

 

A produção da Isaac Plains começou em 2006 e continuou até 2014, quando a mina foi fechada. Seu pico de produção foi de 2,8 milhões de toneladas por ano, e o carvão era vendido a siderúrgicas do Japão, da Coreia do Sul e de Taiwan. A Stanmore disse que arcaria com os 32 milhões de dólares australianos em custos de reabilitação associados à mina.

Please reload

Featured Posts

Gerências da ANM se Manifestam

October 16, 2019

1/10
Please reload

Recent Posts
Please reload

Search By Tags