Yamana adquire mina de ouro Riacho dos Machados

April 13, 2016

A canadense Yamana confirmou a aquisição da mina de ouro Riacho dos Machados (RDM), no Norte de Minas, junto à Carpathian Gold, também sediada no Canadá. O negócio girou aproximadamente US$ 48,5 milhões e o ativo será incorporado ao portfólio da Brio Gold, subsidiária da Yamana.

 

 

A expectativa da Brio Gold é que o complexo adquirido em Riacho dos Machados produza 30 mil onças de ouro somente de maio a dezembro deste ano, e que salte para 85 mil onças do metal em 2017 e atinja 104 mil onças em 2018. A própria Yamana também anunciou que vai revisar suas projeções de produção de ouro para os próximos anos.

Já este ano, a Brio Gold apontará o foco para a otimização da produção e a redução dos custos nas operações da mina em Riacho dos Machados. Para isso, entre outras intervenções, a empresa prevê a construção de uma nova unidade de armazenamento de água no complexo ainda em 2016. A disponibilidade do recurso era considerada uma limitação para as atividades na mina.

A aquisição da Riacho dos Machados pela Yamana foi viabilizada graças a um acordo firmado entre ela, a Carpathian e o banco canadense Macquarie. O entendimento era de que a Yamana, através da Brio Gold, poderia exercer a opção de compra dos direitos que a instituição financeira possuía no ativo por conta de empréstimos concedidos anteriormente à Carpathian.

Conforme previa o acordo, a Carpathian irá trabalhar em um processo de reestruturação que visa à transferência de 100% da propriedade do projeto de ouro Riacho dos Machados para a subsidiária da Yamana. Com isso, a Brio entregará para a Carpathian uma espécie de termo de quitação, retirando da companhia as responsabilidades previstas nos termos de empréstimo.

Capacidade - A capacidade nominal do complexo de Riacho dos Machados é de 100 mil onças de ouro por ano, o que equivale a três toneladas do metal. Originalmente, o protocolo de intenções entre a Carpathian e o governo de Minas Gerais foi firmado em setembro de 2009 e, naquele época, a previsão de startup da planta era para 2012, o que só aconteceu cerca de um ano depois.

Durante o pico das obras do projeto, 1.580 trabalhadores, entre contratados diretos e indiretos, trabalharam nos canteiros de obras. Desde o começo dos trabalhos, já foram geradas, entre empregos diretos e indiretos, cerca de 2 mil vagas. Atualmente, aproximadamente 800 funcionários diretos e indiretos trabalham no empreendimento.
A concentração de ouro, de acordo com os levantamentos realizados até agora, é da ordem de 3 gramas por tonelada lavrável. A jazida chegou a pertencer à Vale S/A até 1997. Porém, em virtude da queda do preço do ouro na época, o negócio foi inviabilizado e a mineradora desativou a mina.

Depois, o metal voltou a ser um “investimento seguro” com as crises internacionais, especialmente a partir da quebra do banco nova-iorquino Lehman Brothers, em setembro de 2008, que levou à crise de 2009, e mais, recente, à crise gerada com o rombo fiscal dos Estados Unidos e a crise na Europa.

Please reload

Featured Posts

Gerências da ANM se Manifestam

October 16, 2019

1/10
Please reload

Recent Posts
Please reload

Search By Tags